projetos culturais

 

cores nyotas / 2019

Neste projeto a proposta é uma nova forma de pensar a construção da identidade e formação das memórias ancestrais, a construção desta série versa sobre memória e ancestralidade através da fotografia como linguagem com referências ao uso do tecido Chita que historicamente simboliza grupos marginalizados da história, mas que carrega uma profusão de cores que refletem na alma.
As imagens foram produzidas com a participação do Grupo de Mulheres NYOTAS, que fazem parte do meu fazer e pesquisa artística produzido ao longo dos últimos anos.

abertura Cores-1.jpg

vídeo

Curta metragem de 11' mostrando o processo de produção do Projeto Cores Nyotas com exposicao no Centro Cultutal Sao Paulo de 15.6 a 11.8 /2019 contemplado no Edital Apoio a criação e Exposição Fotográfica da Secretaria de Cultura de São Paulo(2019). Seguindo sua trajetória artística através da fotografia como linguagem, Pola Fernandez propõe uma nova forma de pensar a construção da identidade e formação de memórias ancestrais afrodescendentes. O fio condutor dessa nova jornada é a chita, um tecido que apresenta como marca característica a profusão de cores e ornamentos. E toda essa vitalidade é utilizada na construção como recurso estético fundamental dos retratos que remeterão também a um processo de construção da identidade e formação das memórias ancestrais. Exposição no Centro Cultural São Paulo de 15.6 a 11.8 /2019

 

abertura da exposição

 

vínculos

O Projeto Vínculos contemplado pelo Proac Editais de Artes visuais é uma série de obras que atinam entre a existência é a paisagem. Vínculos de um duplo feminino – a mulher e a paisagem - alinhavados pelas linhas de um bordado de pontas soltas. Em Vínculos, insisto numa constelação ancestral e na captura simbiótica dos retratos, ampliando o olhar para o lugar cósmico da paisagem.

 

abertura da exposição

IMG_1930.JPG
 

projeto navio atavos /2016
 

Contemplado no Edital de Cultura da Cidade de Salto,SP
Este trabalho da continuidade ao exercício de vivência, reflexão e criatividade do Grupo de Mulheres Negras de Salto/SP – NYOTAS.
A partir de um desenho antigo de um navio negreiro sobre o mar impresso sobre tecido, um grande painel artístico foi montado coletivamente com a aplicação de bordados com trechos do poema Navio Negreiro do poeta Castro Alves que mais sensibilizaram cada uma das integrantes do projeto. As cores dos fios utilizados foram as mais sutis e naturais que as mulheres puderam encontrar, servindo de veículos para sua expressão artística.

Apresentacao navio_ALTA-26.jpg
 
 


vídeo /navio ATAVOS/ curta metragem

Registro do Projeto Navio Atavos: Este novo trabalho, proposto pela artista visual Pola Fernandez, deu continuidade ao exercício de vivência, reflexão e criatividade do Grupo de Mulheres Negras de Salto/SP – NYOTAS. A partir de um desenho antigo de um navio negreiro sobre o mar impresso sobre tecido, um grande painel artístico foi montado coletivamente com a aplicação de bordados com trechos do poema Navio Negreiro do poeta Castro Alves que mais sensibilizaram cada uma das integrantes do projeto. As cores dos fios utilizados foram as mais sutis e naturais que as mulheres puderam encontrar, servindo de veículos para sua expressão artística. Agradecemos às Clarianas por terem permitido o uso da música "Canto à Iemanjá".

vídeo /depoimentos do grupo de mulheres nyotas

Registro de depoimentos do Grupo de Mulheres Negras de Salto NYOTAS sobre a sua participação no Projeto "Navio ATAVOS". Agradecemos às Clarianas por terem permitido o uso da música "Canto à Iemanjá".

oficinas

 

projeto mulheres bordadas fios do passado /2015

Mulheres bordadas
Contemplado no Edital Proac Culturas Negras
A exposição apresenta telas realizadas com técnica mista de fotografia, bordado e colagem. Primeiramente, as integrantes do Grupo de Mulheres Negras de Salto/SP - NYOTAS foram fotografadas por mim. A partir da impressão em tecido, participaram de oficinas de bordado e colagem sobre as fotos, compartilhando memórias, imaginários, conhecimentos, afetos e saberes. Todo o processo foi registrado em audiovisual pela cineasta Lilian Solá Santiago e pretende ser, juntamente com as obras expostas, um suporte de preservação da memória desta geração de mulheres negras de terceira idade.
 

video /fios do passado /curta metragem

veja abaixo e veja também no youtube / aqui

O documentário Fios do Passado, sob direção da cineasta Lilian Solá Santiago, faz parte do Projeto “Mulheres Bordadas, Fios do Passado” idealizado pela artista visual e fotografa Pola Fernandez e aborda aspectos da história e da subjetividade das mulheres negras na cidade de Salto,SP. O Projeto apresenta telas realizadas com técnica mista de fotografia, bordado e colagem. A partir da impressão em tecido dos seus retratos, O grupo de Mulheres Negras NYOTAS participaram de oficinas de bordado com a fotografa e artista, compartilhando memórias, conhecimentos e afetos. Todo o processo foi registrado em audiovisual , com esse material foi produzido o documentário Fios do Passado.

oficinas

 

fotografias bordadaspelo grupo do projeto mulheres bordadas fios do passado